Resenha: Simplesmente Acontece

 

Simplesmente Acontece ou Onde terminam os Arco-Íris, é um livro doce, verdadeiro e que fica na cabeça mesmo depois de terminado. Esse livro se tornou um dos meus preferidos no momento em que comecei a lê-lo. Confesso que fiquei muito agoniada por boas partes dele, com medo do que iria encontrar no final. Mas mesmo quando terminada, a história não deixa de ser bela e um tanto dura demais, a sua maneira.

Sinopse: O que acontece quando duas pessoas que foram feitas uma para outra simplesmente não conseguem ficar juntas? Todo mundo acha que Rosie e Alex nasceram para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família para os Estados Unidos. Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de emails e cartas. Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples.

O livro basicamente é contado a partir da perspectiva de Rosie, mas nem por isso ficamos sem saber o que acontece com os outros personagens, que são tão divertidos e cativantes quanto ela. E o livro todo é escrito em forma de cartas, recados, e-mails e afins. No começo fiquei meio hesitante em me jogar na história, mas não demorou quase nada até eu ser completamente sugada por ela.

“Rosie, você merece alguém que a ame com todo o coração, alguém que sempre te apoiará, que amará cada parte sua, inclusive seus defeitos. Com amor, Alex.”

A história começa com Rosie e Alex ainda pequenos, e progride a partir da enorme amizade que eles constroem – que é com certeza a coisa mais bonita do livro. Por toda a história deles o destino parece estar literalmente de brincadeira. Eles são separados em alguma altura do livro, e a troca de mensagens e cartas só aumenta. E mesmo em continentes diferentes, por anos e passando por todas as situações mais inimagináveis do mundo, eles continuam amigos.

“Éramos inseparáveis, constantemente sendo separados.”

 “Como a vida é engraçada, né? Bem na hora que você pensa que está tudo resolvido, bem na hora em que você finalmente começa a planejar alguma coisa de verdade, se empolga e se sente como se soubesse a direção em que está seguindo, o caminho muda, a sinalização muda, o vento sopra na direção contrária, o norte de repente vira sul, o leste virá oeste, e você fica perdido. Como é fácil perder o rumo, a direção…”

Em algum momento o que todo mundo espera que aconteça, menos os dois, acaba acontecendo, e um se vê se apaixonando pelo outro. Mesmo que eles já se amassem desde os 5 anos de idade, só quando as coisas começam a complicar é que eles percebem esse sentimento. Mas nenhum dos dois realmente assume o que sente, porque, em alguns momentos, não querem por a prova sua amizade, e em outros não querem atrapalhar a vida um do outro.

“Não importa onde você esteja, ou o que esteja fazendo – ou com quem esteja. Não importa, não muda nada. Eu sempre amei, e vou amar, honestamente, verdadeiramente, completamente, você.”

São encontros e desencontros de uma vida inteira, e a promessa de que a amizade deles nunca vai ter fim, que fazem o leitor se apaixonar por essa história. Durante o um dia que passei lendo esse livro, fui jogada em uma onda de sentimentos distintos e simplesmente amei. Você torce por eles, ri deles, sente raiva com eles, fica indignada com as voltas que a vida dá e sempre, sempre tem esperança de que tudo vai dar certo em algum momento.

A história não é um conto de fadas, não se deve ler esse livro na espera de uma grande e emocionante história de amor, onde tudo sempre se encaixa. E sim com a ideia de se divertir e chorar com a complicada e desencontrada vida de Alex e Rosie.

Obrigada por ter lido até aqui e até o próximo post!

Anúncios

3 comentários sobre “Resenha: Simplesmente Acontece

  1. A Bookaholic Girl novembro 9, 2017 / 02:21

    Oies! Li esse livro recentemente, vi o filme primeiro, e fiquei chocada com o tempo que as coisas demoram pra se acertar entre o Will e a Rosie, hahaha. Bjos

    Curtido por 1 pessoa

    • ouniversoinfinito novembro 9, 2017 / 15:32

      Oii! Sim hahahaha no livro é mais angustiante ainda né XD mas a história é boa demais, tanto o livro quanto o filme ❤ beijo!!

      Curtido por 1 pessoa

  2. K wade março 15, 2018 / 11:13

    Eu amoooo esse filme, é aquele que sempre assisto repetidas vezes, geralmente na TPM haha. O livro tem uma estrutura muito diferente de tudo que já li, é narrado por cartas, e-mail e mensagens, eu fiquei louca e angustiada querendo saber mais detalhes, fora que demora muito mais pra eles se acertarem aaah, mas eu amo ❤

    Curtir

Deixe uma resposta para ouniversoinfinito Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s