Resenha: O Resgate

 

O Resgate é mais um romance de Nicholas Sparks, o maior causador de problemas na vida dos casais literários que já existiu. Eu já li vários livros do autor, e preciso admitir que adoro um drama e um romance impossível, mas, O Resgate não me encantou tanto quanto eu esperava.

O livro conta a história de Denise e seu filho Kyle, e do bombeiro voluntário, Taylor. Já no início da história, em meio a uma tempestade, Denise se envolve em um acidente de carro e acaba sendo socorrida por Taylor, e após despertar e perceber que seu filho desapareceu da cadeirinha, a mulher se desespera e precisa confiar que o bombeiro irá salvar o pequeno Kyle a qualquer custo. Após esse primeiro encontro conturbado, mas com um final feliz, Denise e Taylor começam a sair. Kyle é um menino diferente dos outros, ele tem problemas na fala e compreensão de frases e palavras, então, tende a ser mais recluso e a não se relacionar com muitas pessoas. Mas, após ser salvo por Taylor durante a tempestade, o garoto instantaneamente se afeiçoa a ele.

“Quando tocou o rosto de Denise, ela fechou os olhos, desejando se lembrar daquele momento para sempre. Sabia intuitivamente o significado do toque de Taylor, as palavras que ele não dissera. Não porque o conhecesse muito bem, mas porque se apaixonara por ele no mesmo instante em que ele se apaixonara por ela”.

Após alguns dias, Denise e Taylor iniciam uma relação bem normal e previsível. Ela, uma mãe solteira que deposita toda sua energia no filho, Kyle, e em suas dificuldades com a fala. E ele, um bombeiro voluntário, completamente comprometido com o trabalho, com uma ânsia em correr perigo e cheio de traumas do passado. Ahá! Acharam que não ia ter drama hein?

“A juventude traz a promessa de felicidade, mas a vida traz a realidade do sofrimento”. 

Pois bem, Taylor é o tipo de cara perfeito; muito legal, gentil, bonitão, mas quando a relação com Denise começa a ficar séria, e ele percebe que Kyle está cada vez mais ligado a ele, Taylor simplesmente dá pra trás. Começa a se afastar de Denise e do garoto, se torna todo confuso e complexo, vira um verdadeiro chato e dramático cara que não quer aceitar a felicidade. E acho que foi isso que mais me deixou irritada com a história.

O livro em si até que é bom, apesar de todo o clichê e previsibilidade. Mas o Taylor muitas vezes parece ser mais imaturo e problemático do que o próprio filho de Denise, que realmente tem problemas. Taylor é todo drama por causa do seu pai, que morreu quando ele ainda era criança (contar mais do que isso seria dar spoiler demais). Também achei a Denise meio entediante, apesar da relação dela com o filho, que é bem bonitinha. Em algum momento, a mulher se torna meio que dependente do Taylor, e tem paciência demais pro meu gosto para as mancadas que o cara dá no decorrer da história.

“As pessoas vêm e vão. Elas entram e saem da sua vida, quase como personagens em um livro. Quando você finalmente o fecha, os personagens contaram suas histórias e você recomeça outro livro, cheio de novos personagens e aventuras. Então se vê concentrando-se nos novos, não nos do passado”. 

Minha classificação foi 3/5 porque o livro é previsível demais, o final não é tudo aquilo e o casal principal é meio sem graça.

Curiosidade: Kyle, o garoto com problemas na fala do livro, foi baseado no próprio filho do Nicholas Sparks. E, assim como Denise, Nicholas e sua esposa precisavam treinar as palavras e a fala com seu filho, na esperança de que ele aprendesse a se comunicar sozinho. Por conta de toda essa carga emocional, o autor teve certa dificuldade para escrever essa história. Ele relatou que, apesar de todos os seus livros anteriores terem sido inspirados em membros da sua família, O Resgate é o mais pessoal até hoje.

Obrigada por ter lido até aqui, e até o próximo post!

 

Anúncios

3 comentários sobre “Resenha: O Resgate

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s